Home - Amendola Engenharia Empresa - Amendola Engenharia Dicas e Informativos - Amendola Engenharia Cadastra-se - Amendola Engenharia Contato - Amendola Engenharia Onde Estamos - Amendola Engenharia
Untitled Document
 
Dicas e Informativos - Amendola Engenharia
Spacer - Amendola Engenharia
Área de Lazer
Área de serviço
Banheiros
Construção
Cozinhas
Decoração
Dormitórios
Paisagismo
Pintura
Piscinas
Pisos
Salas
Telhados
 
Área Restrita - Amendola Engenharia
Login - Amendola Engenharia
Senha - Amendola Engenharia
 
 
Endereço - Amendola Engenharia
mendola Engenharia
Separador - Amendola Engenharia
Dicas e Informativos - Amendola Engenharia
:: Amendola Engenharia ::
Após incêndio, IPT inicia vistorias de auditório do Memorial da América Latina, em São Paulo
Após o incêndio que destruiu 90% do Auditório Simón Bolivar, no Memorial da América Latina, em São Paulo, técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) iniciaram como na última quarta-feira (12) a avaliação que determinará como será feita a recuperação da estrutura do prédio. A cobertura de concreto é o principal ponto a ser analisado.

Marcelo Camargo/Agência Brasil

“Vamos verificar não somente as armaduras, como o concreto em si. A equipe vai executar as análises tanto por meio de técnicas tradicionais, como a retirada de corpos de provas e a execução de ensaios de esclerometria, por exemplo, para avaliar a uniformidade do concreto, quanto com novas técnicas como o radar de penetração do solo”, explica o engenheiro Daniel Mariani Guirardi, responsável pela Seção de Engenharia de Estruturas do IPT.

O IPT está utilizando um equipamento chamado de Ground Penetrating Radar (GPR) nas vistorias. Trata-se, segundo o instituto, de um método geofísico empregado em ambientes urbanos que fornece imagens em alta resolução por utilizar ondas eletromagnéticas de altíssimas frequências (da ordem de centenas a milhares de MHz) emitidas por uma antena situada na superfície do terreno. Uma de suas vantagens é que o equipamento permite a coleta rápida de dados sobre as propriedades do concreto de maneira não destrutiva.

O diretor-presidente do IPT, Fernando Landgraf, após uma visita de uma hora sobre as condições da estrutura, afirmou: “nossos técnicos garantem que o prédio será recuperado sem perder a obra de arte que ele é”.
A previsão é que o laudo saia em 75 dias.

Fonte: Técne

Amendola Engenharia - Imprimir Amendola Engenharia - Enviar para amigo
:: Amendola Engenharia ::
 
Envie-nos
Nome:
E-mail:
Texto
Verificação de Imagem
Por favor digite as quatro letras ou dígitos que aparecem na imagem.
Amendola Engenharia
 
Não há comentários
sobre o informativo acima.

 
 
   Banner Publicitário