Home - Amendola Engenharia Empresa - Amendola Engenharia Dicas e Informativos - Amendola Engenharia Cadastra-se - Amendola Engenharia Contato - Amendola Engenharia Onde Estamos - Amendola Engenharia
Untitled Document
 
Dicas e Informativos - Amendola Engenharia
Spacer - Amendola Engenharia
Área de Lazer
Área de serviço
Banheiros
Construção
Cozinhas
Decoração
Dormitórios
Paisagismo
Pintura
Piscinas
Pisos
Salas
Telhados
 
Área Restrita - Amendola Engenharia
Login - Amendola Engenharia
Senha - Amendola Engenharia
 
 
Endereço - Amendola Engenharia
mendola Engenharia
Separador - Amendola Engenharia
Dicas e Informativos - Amendola Engenharia
:: Amendola Engenharia ::
Mercado de imóveis novos apresenta tendência de alta no 1º trimestre

Os dados, divulgados nesta terça-feira pelo Secovi-SP, apontam para ajuste entre o volume de lançamentos e vendas.

O mercado de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo registrou, no primeiro trimestre de 2012, alta de 27%, em termos reais, no valor movimentado com as vendas, em relação a igual período do ano passado.

Foram comercializados R$ 2,73 bilhões diante dos R$ 2,15 bilhões de janeiro a março de 2011.

De acordo com o Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, responsável pela Pesquisa sobre Mercado Imobiliário, o movimento em unidades teve crescimento semelhante, de 26,6%, com 5.400 imóveis comercializados, contra 4.265 dos três primeiros meses do ano passado.

Os lançamentos residenciais na cidade de São Paulo, conforme dados apurados pela Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), totalizaram 3.635 unidades até março, ante 5.133 unidades do primeiro trimestre do ano anterior. A redução foi de 29,2%.

"Os resultados indicam que o mercado pode estar em processo de ajuste em relação ao desequilíbrio entre volume de lançamentos e de vendas ocorrido no ano passado", afirma Celso Petrucci, economista-chefe do Sindicato, que apresentou os dados do mercado em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, 8/5, da qual participaram também o presidente da entidade, Claudio Bernardes, e o vice-presidente de Incorporação Imobiliária e Terrenos Urbanos.

As vendas acumuladas no período de 12 meses (abril de 2011 a março de 2012) atingiram 29,4 mil unidades, superior ao total vendido em 2011 (28,3 mil imóveis).

Região Metropolitana

A Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), composta pela Capital e 38 municípios, ainda registra desaquecimento nas vendas, ao comparar as 9.703 unidades negociadas no primeiro trimestre de 2012 com os 10.162 imóveis escoados nos mesmos três meses do ano passado. Houve queda de 4,5%.

Os lançamentos na Região Metropolitana acumulam queda maior em comparação à cidade de São Paulo.

A retração foi de 38,4%, computando-se as 6.327 unidades lançadas de janeiro a março último e os 10.277 imóveis colocados em oferta no mesmo intervalo de 2011.

As vendas ultrapassaram os lançamentos em 3.376 unidades nos três primeiros meses de 2012. Vale ressaltar a contribuição da capital paulista tanto em termos de unidades lançadas como vendidas.

A cidade, que representava 41,97% do total comercializado no primeiro trimestre de 2011, ampliou sua participação para 55,65% neste ano. A mesma performance foi observada com os lançamentos, que saltaram de 49,94% nos primeiros três meses de 2011 para 57,45% entre janeiro e março de 2012.

Fonte: secovi.com.br

Amendola Engenharia - Imprimir Amendola Engenharia - Enviar para amigo
:: Amendola Engenharia ::
 
Envie-nos
Nome:
E-mail:
Texto
Verificação de Imagem
Por favor digite as quatro letras ou dígitos que aparecem na imagem.
Amendola Engenharia
 
Não há comentários
sobre o informativo acima.

 
 
   Banner Publicitário